Páginas

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

< B-sides da Coleção > Especial Técnicas de desenho de moda

(Clique nas imagens para baixar, imprimir e treinar em casa)


Em especial devido ao nosso Projeto B-sides da Coleção que está em votação no blog até dia 18/02, vamos ter posts durante essa semana sobre técnicas de desenho.
Muita gente tem vontade de ingressar nesse mundo da moda ou saber pelo menos desenhar razoavelmente.
Desenho melhora com treino. É como um exercício.
Quanto mais você observa as coisas ao seu redor todo dia e as registra, mais você as conhece.
Devemos ter essa percepção aguçada como uma criança, que está a descobrir as coisas!

Como Jum Nakao, estilista, disse uma vez: "Deveríamos ser ensinados a nos expressar com desenho assim como somos ensinados a escrever."
Se não aconteceu assim com você e você não desenha desde criança, e quer aprender nem que seja aos pouquinhos, ai vão algumas lições!

Se pararmos para desenhar um objeto, isso requer de nós um profundo estudo e alguns instantes observando-o, porque muitas vezes passamos por ele nem percebemos certos detalhes que existem nele.
Durante um desenho de observação devemos olhar fixamente para o objeto em questão muito mais do que para a folha e para o que estamos desenhando. Isso pode parecer estranho, mas se olharmos demais para nossa folha branca de papel, iremos desenhar uma objeto de nossa imaginação e não de um fruto de observação e exercício de nossa memória.

Vamos ao trabalho então:
Começando pelo papel:

Sulfite: Aqueles mais finos vendidos em pacote A4. Temos o tradicional Chamex, Chamequinho, tem gramatura de 75g/m². Bem fino, para desenhos de dia a dia e nada de fazer aquarela nele! Eu confesso que, por teste, já fiz, e uma vez até deu certo, milagrosamente, mas fora isso, meus croquis ficavam todos enrugados, de quando a tinta misturada na água, secava. O ideal para gramatura é: 90 g/m2
Quanto maior a gramatura=maior expessura.

Canson: De maior expessura, mais grossinho, ideal para aquarelas, possui uma superfície de textura rugosa, esta é a parte certa para ser desenhada. Geralmente, nas papelarias, podemos encontrar para ser vendido em bloquinhos e geralmente de tamanho A3.

Para esclarecer o que é papel A1,A2,A3 e A4: (suas medidas padrões)



Em centímetros:


Começando a esboçar o desenho:

O lápis: Geralmente usamos dois tipos de lápis indicados: O 2B que é feito com um grafite básico e o 6B mais forte.

Borracha: Sempre temos aquelas borrachas prediletas, que apagam melhor, mas a mais indicada para o desenho e que facilita para não sujá-lo é a Limpa tipos ela apaga grafite, pastel e carvão também. É parecida com uma massinha e você faz uma bolinha e a usa dando "tapinhas" no papel, em cima da área que deseja apagar, suavizar ou esfumaçar.

Para quem tem dificuldade com o desenho a mão livre, um exercício para começar é usar as estruturas em linhas, que funcionam como a base de esqueleto da anatomia do corpo.
Através dessas estruturas, fica muito mais fácil desenhar poses, pois as bolinhas sinalizam as articulações, ajudando na proporção. Desenhe as estruturas com um lápis bem fraquinho.
Depois, por cima da estrutura, vá arriscando desenhar os traços do rosto, membros e mãos e o look do croqui por cima. Ao final apague os tracejados da estrutura e você terá seu croqui pronto!


Clique nas imagens e faça o download para imprimir e treinar em casa!



No Próximo post:
Técnicas de pintura e materiais:
lápis
lápis de cor
lápis de cor aquarelável
Técnicas:
Tom contínuo
Degradê
Giz de cera/crayon
Técnicas:
Frotagem
aquarela
Técnica da canetinha aquarelada
pastel


Para quem é do RJ, B-sides recomenda:


Cursos de:
desenho de moda e muito mais! Acesse!

5 comentários:

  1. Ai que máximo!

    Adorei este post!!! Mas confesso estar ansiosa pelo próximo!!

    Obrigada por seguirem @odiadalila_

    Nós também seguimos vocês!!

    ResponderExcluir
  2. Eu sou muito noob. Usei folha A4 normal de chamequinho e uma lapiseira. Eu tentei fazer esse denho da primeira imagem, mas não consegui.
    E fiquei com medo de uma boneca cheia de movimento, por não saber fazer a roupa acompanhando a movimentação. Estou ansiosa pelo post dos lápis de cor, depois que vi o sacrifício que é pintar lápis baratinho, vou comprar uns bons. Você poderia sugerir marcas, pq não sei se existe outros bons além da F.C. (mas os dela são bem carinhos.)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Bruh, nada contra o chamequinho, eu uso tb! Apenas indiquei o mais expesso pq facilita mais do desenho sair mais facil de trabalhar. Quanto a lapiseira tb, tranquilo, esses lápis só são mais recomendáveis pq não marcarão mt a folha, mas para iniciar vc tá bem, e não se esqueça que desenho tem que treinar até ir se aprimorando!
    Aguarde o próximo post vindo ai!
    Obrigada pelo comment!
    Bjoks

    ResponderExcluir
  4. hum.. adorei o post, gosto mto de trabalhar com pastel, fica um trabalho lindo

    ResponderExcluir
  5. Oi, sou de Design de moda, parabéns pelo post'.
    Uma dica legal para a representação dos MANEQUINS é vc tentar imaginar as curvas e a estrutura do corpo e e conseguir passar isso no papel, para a movimentação da roupa tente imaginar em que postura encontra-se seu manequim e como a roupa ira se apresentar naquele movimento.Para iniciantes tente movimentos simples e abuse de linhas - formas, e traçados.
    Eu uso muito o nanquim para realização dos desenhos ai fica a critério de cada um, pois depende qual material identifica-se mais com vc,o lápis de cor, giz pastel - seco ou oleoso, aquarela, carvão, canetas coloridas,todos são bons depende de seu traço de sua marca, tente usar todos e veja qual é melhor.
    Agora bora desenhar!

    ResponderExcluir