Páginas

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

B-sides Fashion Week - Day4

New Order
Une dois estilos opostos e funde uma novidade para as antenadas em ousar. A estética do ballet, romântica e delicada com o militar, de tons mais pesados e remetente a guerra e rebeldia.
Partindo de dois ícones de cada mundo: A sapatilha de ballet e o coturno militar, o cruzamento de estilos é feito: Um coturno de cetim com meia ponta de ballet nasce, assim como também, uma sapatilha-coturno.
Explorando a idéia dos utilitários nos materiais militares, os estilistas tiveram a idéia de criar acessórios para os acessórios, dando opções de uso variável para o produto, como por exemplo, uma sapatilha com "strapes" para ligar a um salto removível, dando a possibilidade de transformar o sapato em dois.
Materiais: Cetim, fitas de cetim, couro envelhecido, sarja stonada, com aspecto de desgastado e nylon.
Os uniformes militares reaproveitados e usados na produção, foram um desfile de uma verdadeira coleção, bem comerciais e resultado do tema de um mix ultra criativo.






Meu conceito: *****



Espaço Fashion
Com o tema "Afeto" a marca recorreu a lembranças de, por exemplo, quando se abre um velho scrapbook e se encontra aquela flor seca dentro das páginas de memórias... Investiu em experiencias de lavagens e estamparias, sendo que o maior destaque da marca foi um processo de estamparia feito a mão e na peça depois de pronta. Muita assimetria, peças leves e soltas, modelagens desconstruidas, amarrações, amassados e intervenções do tempo. Cartela de cores de predominância mais clara. Nos tecidos, Couro, moletom, sarja, algodão, malha, seda e tricô de seda.





Meu conceito:***


R.Groove
"Nowhere man" - a canção dos Beatles serviu de inspiração para Rique Gonçalves criar personagens de homens viajantes que não pertencem a lugar nenhum.
Muito cinza mescla em sua coleção, marrons, xadrez e shapes amplos lotados de sobreposições, com coletes, casacos e jaquetas repaginados. Estampas étnicas, gorros estilo apaches, indios, remetendo ao deserto e todos os destinos que esse viajante pode passar por.






Meu Conceito: ***

Redley
E seu mimetismo da natureza. Em cima disso, peças que ora são uma bermuda ora viram um cardigan mexem com essa idéia da transformação, mutação e evolução da natureza.
Peças transformáveis que podem adaptar-se ao corpo, assim como um ser em seu meio, habitat. Em verdadeiro processo de mutação, as peças são assim oversized, ou mais largas, mais compridas, com pontas irregulares etc.
Mesmo com a chegada do novo coordenador da marca, houve a preocupação da marca não perder o foco e a identidade de conforto, leveza e estilo esporte. Os tons bem sóbreos de preto e cinza com pontos de "acerola" e vermelhos. Muitas lavagens e experimentações aliadas a tecidos tecnológicos e tricots, linho, gaze, tule etc.
As mochilas, sem dúvida chamaram bastante atenção de todos e foram o ponto alto da coleção.






Meu conceito:***




Coca-Cola Clothing
Com tema Deserto da Califórnia e os New Bohemians - looks e makes rebeldes e andarilhos do deserto. A marca investiu em tecidos mais pesados, denim com lavagens estilo tie dye para remeter às nuvens e céu da California e no tricot com fio de malha. Marrons, tons terrosos, beges e estampas remetendo aos céus, bordados, metais e ao final da coleção um clima meio boho, indigena misturado a tecidos brilhosos pra quebrar o rustico e dar um ar mais rockr.
A trilha do desfile foi feita especialmente para a CocaCola Clothing pelo projeto Gomus. Olha a letra da música: “we´re gonna trip in California Desert, New bohemians become legends, Dance in California, Dressing, Drinking Coca” Bem legal!!






Meu conceito: ****


Cantão
A natureza criativa do homem e a relação entre arte e espaço urbano. Uma artista americana, Maya, veio de encontro ao que a marca pretendia, om muita cor e alegria, Maya pinta muros, prédios e lugares na cidade, uma interação colaborativa e a cara da Cantão. Uma estampa foi criada dessa parceria, colorida e geométrica.
Estava na hora da marca dar uma variada nos motivos étnicos, e finalmente fez isso, sem tirar a sua caracteristica, deixando muita cor, estampas e a simpatia de sempre.
A coleção meio oitentista com uma bela cartela de cor que passa pelos elementos da natureza representados pelos terrosos e verdes, cinzas, chumbos e mesclas para representar a cidade e as cores mais plásticas como rosa, azul, amarelo para as artes e pinturas, um ar meio artsy, veio com as modelos de galochas estampadas, aquelas que fizeram muito sucesso uns anos atrás, retomou também umas pulseiras cobertas por linhas coloridas, óculos sempre redondos e coloridos, colares com giga bolas coloridas, bem interessante. Muitos longos, vestidos, macacões, saias. muito amplos e leves.
De brinde, a marca presenteou com um leque muito bonitinho que agradou a todos, uma ideia super util e que continha escrito "cantão" com o n em forma de raio, que se não me engano era como a logo era há muito tempo atrás. O raiozinho também apareceu como estampa em camisetas.
As estampas: Ora respingos, geométricos da artista americana, liberties repaginados com cores mais invernais e listras coloridas.
Alguns momentos de paetês, tricot experimental e luvas como opção para cobrir o braço no inverno. Foi bom ver a satisfação e surpresa de todos com a proposta criativa da marca.







Meu conceito: ****

Nenhum comentário:

Postar um comentário