Páginas

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Verão chegando: A História das roupas de banho



No século XIX começam a surgir os primeiros trajes de banho. Em plena Belle Epoque, onde a silhueta da mulher ainda era "S" e vestidos com utilização de muitos tecidos com caudas ainda desfilavam pelas ruas, era considerado sinonimo de pobreza estar queimado de sol, uma vez que só os trabalhadores e camponeses ficavam assim. Uma nova era de pensamentos cientificos e ideológicos começava a pairar no ar, abrindo caminho para que os beneficios de banhos de sol fossem reconhecidos e exercidos por todas as classes.
Primeiramente esse traje tinha forma de um macacão afofado como uma ceroula, porém mais tarde, por volta dos anos 20, após a libertação do espartilho, as mulheres começaram a cortar seus cabelos e usar roupas mais justas no corpo. Nessa época o esporte estava muito incentivado entre elas, inclusive uma nadadora da época apareceu vestindo um modelo do estilista Jean Patou, que havia criado roupas de banho com inspiração cubista. Desde então, ela acabou disseminando-o.
Aos poucos as peças de maiô foram mudando de materiais, ganhando praticidade e diminuindo, foi ficando bem justinho e com a cintura marcada.
Nesta época com a ajuda do Cinema e das divas como Brgitte Bardot que era uma amante de praia e o glamour da Riviera Francesa, o traje maiô era sinônimo de luxo, mas ele não parava de ser reinventado, até que na década de 50, o Maiô Estilo duas-peças, apareceu inventado por Jacques Heim, que dizia ter feito "o menor maiô do mundo", logo depois surge então Louis Reárd, um engenheiro, e diz que foi ele quem inventou "o bikini, menor que o menor maiô do mundo" - sendo assim ficou com a fama. O nome "biquini" para nomear esse traje "duas-peças" se deu por causa do atol de Bikini, no Pacífico, onde ocorreu uma grande explosão atômica experimental em 1946.
Afinal a conotação era porque a mulher que usasse tais pecinhas provocaria um efeito-bomba na época!
Veio a se popularizar mesmo na década de 60, quando a DuPont criou um material chamado Lycra (grande invento até hoje!), mais aderente ao corpo com fibras elásticas.

Aproveitando a onda Art Deco, um dos cenários
da época de transformações dos trajes de banho, ai vão algumas imagens:
E não percam, em breve, a coleção de biquinis com inspiração

Nenhum comentário:

Postar um comentário